Líder do PR assina pedido de criação de CPI

 

Quatro dias depois de o PR ser convidado para voltar à base de sustentação da presidente Dilma Rousseff, o líder do partido na Câmara, Lincoln Portela (MG), assinou o pedido de criação da CPI mista da Corrupção apresentado pela oposição. Com o apoio, o requerimento atingiu 120 assinaturas de deputados e 20 senadores. Para ser criada, são necessários os apoios de 171 deputados e de 27 senadores.
O PR anunciou a saída da base em discurso na semana passada do presidente da legenda, senador Alfredo Nascimento (AM), e declarou “independência” na relação com o governo. Logo depois, em nome da presidente Dilma, a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, convidou o partido a voltar para a base. Ao assinar o requerimento da oposição, nesta terça-feira (23), Portela afirmou que o ato não significa oposição à presidente.
“Acredito no governo de Dilma Rousseff, acredito na seriedade e na competência da presidente e apoio o governo”, afirmou Portela. “Eu tenho defendido uma investigação a fundo no Ministério dos Transportes e não poderia deixar de assinar a CPMI. Seria incoerente da minha parte”, argumentou o líder.

Fonte: Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *