Dia Mundial Sem Carro propõe repensar a utilização do automóvel

O dia surgiu na Europa e tem adeptos em todo o mundo; a bicicleta é uma das alternativas

Da Redação do pe360graus.com

Luna MarkmanOs engarrafamentos e o trânsito lento são parte do cotidiano da Região Metropolitana do Recife, que tem uma frota de quase um milhão de carros registrados, segundo o Detran.  Nesta quinta-feira (22), acontece em todo o mundo o Dia Mundial Sem Carro, que tem como objetivo repensar o uso do automóvel, principalmente nos grandes centros urbanos.
O Dia Mundial Sem Carro surgiu na Europa, no fim dos anos 1990, e vem ganhando cada dia mais adeptos. A bicicleta costuma ser uma das opções, uma vez que não agride o meio ambiente e ainda é um exercício físico. Um dos adeptos do veículo é o recifense Márcio Verçosa, 32 anos. O sol do Nordeste é um dos argumentos usados contra as bicicletas, mas Márcio encontrou um jeito de driblá-lo: inventor e publicitário, ele criou uma espécie de cobertura (foto) para proteger o ciclista dos raios solares.
O publicitário Júlio Lins é mais um recifense que reclama do trânsito cotidiano e que adotou a idéia do amigo Márcio da bicicleta coberta. “A palavra é meio batida, mas é essa mesmo. O trânsito no Recife é um caos, é muito estresse… Tem gente que usa o carro para tudo, até para comprar pão na esquina”, disse Júlio. Apesar de admitirem que a vida ainda não é fácil para o ciclista no Recife, eles preferem as ‘magrelas’ do que enfrentar longos engarrafamentos. “Carro é mais para viajar”, afirmou Júlio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *