Mais um ex-BBB vai às urnas

Depois de encantar o público do Big Brother Brasil 11, da Rede Globo, o administrador de empresas Daniel Rolim vai entrar para a política. Ele será um dos candidatos do Partido Republicano (PR) a vereador do Recife nas eleições de 2012. O nome dele foi anunciado, ontem, durante o mutirão de filiações realizado na sede do partido. Daniel não compareceu porque estava no Rio de Janeiro, mas já assinou a ficha de adesão ao PR, segundo revelou o presidente do diretório municipal da legenda, o deputado licenciado Alberto Feitosa. Daniel surge, então, como uma aposta de votos para o PR, respaldado pelo carisma de quem conquistou o terceiro lugar em um programa de alcance nacional.
O caminho que Daniel irá trilhar é o mesmo de outros participantes do Big Brother. Na campanha de 2008, Tatiane Pink tentou uma vaga na Câmara do Recife pelo DEM. A ex-BBB recebeu 4.256 votos, ficando em quarto lugar entre os candidatos que disputaram pelo Democratas. Um outro ex-BBB, que participou do mesmo programa com Pink, teve mais sorte. Vencendor do Big Brother 5, o baiano Jean Wyllys ganhou a eleição para deputado federal em 2010, concorrendo pelo Psol.
Ter uma celebridade na lista de candadatos é sempre uma atrativo a mais para os partidos. Na avaliação do cientista político Túlio Velho Barreto, a participação de famosos no processo eleitoral, a princípio, não deve ser vista de forma preconceituosa. “É legítimo a qualquer pessoa concorrer. Até porque alguns podem surpreender”, afirmou, citando o deputado Jean Wyllys, que tem hoje um papel importante na luta em defesa dos direitos dos homossexuais. Ele lembrou que os partidos têm o mesmo interesse pelos jogadores de futebol. “São pessoas de muita visibilidade e que ajudam a eleger os caciques das legendas. Além disso, não precisam de muito trabalho porque já são famosos”, salientou. A projeção do PR é de que Daniel Rolim deverá ter uma votação de aproximadamente 15 mil votos.
O mutirão de filiações foi comandado pelo presidente estadual do PR, deputado Inocênio Oliveira. A legenda vai disputar a eleição municipal em 70 municípios. “Vamos trabalhar para eleger 40 prefeitos”, estimou o republicano. No Recife, o PR vai apoiar a reeleição do prefeito João da Costa (PT). “Estamos fechados com o prefeito e temos certeza que ele vai recuperar a gestão porque tem projetos importantes para entregar à população”, afirmou Inocêncio. O deputado disse, ainda, que a legenda não vai perseguir o filiado que resolver trocar de sigla nem vai fazer alianças com partidos que não estejam na base de sustentação do governo Eduardo Campos. (Rosália Rangel)

Fonte: Pernambuco.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *