‘Se a gente tiver tempo de televisão, pode ter candidatura própria no Recife’, afirma líder do PSD

O mais novo partido do país, o PSD, parece já ter assimilado bem o discurso de todos os outros em relação à 2012: só se posiciona a respeito no ano que vem.  O vereador do Recife e líder do partido na Câmara Municipal, Sérgio Magalhães, afirmou que há, sim, possibilidade de candidatura própria. Entretanto, mais que vontade política, o fator que pode ser determinante para a investida é ter, ou não, tempo e espaço no guia eleitoral.

“Se Agente tiver tempo na televisão, pode ter candidatura própria no Recife em 2012. Quanto mais candidatos o PSD tiver no Estado melhor para a consolidação do partido”, explicou Sérgio Magalhães.

Segundo o vereador, a importância de ter o espaço na TV se deve a autonomia que se adquire, pois, caso não tenha, o PSD precisaria do apoio de algum dos partidos que possuem esse espaço para fazer a campanha.

Quanto a uma possível aproximação do prefeito João da Costa, Sérgio Magalhães, opositor ferrenho da gestão, disse não ver problemas em conversar com ninguém.

“Continuo oposicionista. Mas não me nego a conversar com ninguém. A conversa é o principal instrumento da política”, respondeu, político, sobre uma possível mudança de postura da bancada do PSD com a aproximação.

O PSD é aliado do governador Eduardo Campos (PSB), e conversará com ele antes de tomar decisões que possam envolver a Frente Popular, como é o caso da PCR. O novo partido, presidido por André de Paula em Pernambuco, conta com quatro vereadores no Recife: Maré Malta, Gilvan Cavalcante, Sérgio Magalhães e Romildo Gomes.

Fonte: Blog do Jamildo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *