Conselho de direito se recusa a dar posse a Lúcia Costa

Após meses de luta na justiça, Lúcia Costa conseguiu o direito de tomar posse de sua vaga no conselho tutelar, a sentença favorável do Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado e de ofício encaminhado pelo Juiz da Comarca de Escada determinando sua posse imediata. Mais ontem dia previsto para a sua posse definitiva os representantes do conselho de direito, presidente Gilson Guilherme e o vice- presidente José Maria se recusaram a cumprir a ordem judicial alegando que não teriam poderes suficientes para empossá-la. “O conselho de direito não é composto só por Gilson e Zé Maria, o conselho de direito é com posto por doze pessoas e aqui só tem dois” afirmou o vice-presidente Zé Maria.

Diante dos seus eleitores a conselheira Lúcia Costa solicitou ao presidente do conselho de direito um documento onde ele esclarecesse a sua impossibilidade de dar a posse, após uma longa discussão o vereador Rinaldo Lima (Cara Véia) mediou nas conversações.

Redação do Escada News (com informações do Escada.com)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *