PSDB critica decisão do governo de manter Esporte com o PCdoB

Brasília – O presidente nacional do PSDB, deputado Sérgio Guerra, criticou a presidente Dilma Rousseff, que decidiu manter o ministério do Esporte sob comando do PCdoB. “Eles transformaram o ministério num balcão de negócios e estão usando recursos públicos para irrigar as contas do partido. E não estão nenhum pouco preocupados com a imagem do país”, afirmou.

A decisão do governo de deixar o Esporte nas mãos dos comunistas se deve à ameaça feita pelo PCdoB de arrastar o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, do PT, para a crise. Ele é investigado pelo STJ por irregularidades cometidas à época em que era o ministro no governo Lula.

“O PCdoB não tem nem nunca teve nada a ver com o Esporte. O que eles querem é engordar as contas do partido e usar dinheiro público para organizar os comunistas no Brasil inteiro. Quem firma um convênio com o Esporte e não é comunista, é pressionado para tornar-se um deles”, explicou Sérgio Guerra.

O presidente do PSDB voltou a defender a saída de Orlando Silva e a indicação de um Executivo com autonomia para comandar o Esporte. Segundo Guerra, “não é preciso que a FIFA nos diga que há atrasos e trapalhadas na organização da Copa. Estamos vendo isso. Só quem não percebeu ainda é o governo”.

Fonte: site do PSDB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *