Parentes de Jandelson foram obrigados a desocupar as casas particulares construídas em terreno público

SAM_2454

O Ministério Público de Pernambuco ingressou, no último dia 25 de outubro, com uma Ação Civil Pública contra todos os envolvidos na CPI dos Terrenos, concluída pela Câmara de Vereadores em agosto desse ano.

Jandelson Gouveia da Silva (prefeito), Manoel Ricardo da Silva (locutor), Maria José de Passos (parente do prefeito), José Willians da Cruz Silva (parente do prefeito), Emanoel Fidelis Silva de Moura (cunhado do prefeito) e Mauro José Silva de Moura (cunhado do prefeito), todos beneficiados com doação de terrenos públicos para construção de suas casas particulares, são réus no processo.

Hoje uma notícia parece dar fim ao benevolente caso: as casas estão sendo desocupadas por ordem judicial. Desde a manhã de hoje era possível ver caminhões de mudanças saindo das residências com a ajuda de funcionários comissionados da prefeitura.

A pendenga se estende desde 2008, mas somente agora teve seu desfecho. Não se sabe qual o destino das casas construídas irregularmente. Talvez sejam demolidas… Todavia, uma coisa parece certa: se a justiça determinou o despejo, certamente reconheceu as construções como irregulares

Fonte: blogescada.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *