Inscrição para cursos de qualificação gratuitos em PE segue até sexta-feira

São 85 cursos em diversas áreas oferecidos em 24 municípios do Estado.
Iniciativa faz parte do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico.

Segue até esta sexta-feira (25) a pré-matrícula para o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico (Pronatec), do Governo Federal, que oferece 85 cursos profissionalizantes em 24 municípios de Pernambuco. São oferecidas 6.897 vagas, destinadas a alunos dos 2º e 3º anos do ensino médio, estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e do Projeto Travessia das escolas públicas estaduais.

As inscrições devem ser feitas nas escolas estaduais cadastradas no Programa. “No site da Secretaria, tem uma lista das escolas polo onde o aluno deve fazer a sua inscrição. Elas são feitas exclusivamente nas unidades de ensino, onde terá um técnico treinado para atender os estudantes. Não adianta acessar a internet de casa. Na semana seguinte, eles vão retornar às escolas com a documentação necessária”, explica o secretário de Educação Anderson Gomes.

Serão selecionados os primeiros candidatos inscritos de acordo com o total de vagas ofertadas em cada curso. Os cursos disponíveis são de auxiliar administrativo, agente de informações turísticas, bartender, costureiro, ilustrador, mecânico de manutenção em máquinas industriais, manutenção de motocicletas, padeiro, pedreiros de alvenaria, montagem e manutenção de computadores.

“Os cursos vão de 170 a 300 horas, com duração de, no máximo, três meses, dependendo da área. Ao fim das aulas, os participantes vão ganhar um certificado do local onde cursou, como o Senai, Senac e Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), parceiros do programa”, explica o secretário. “Todas as cidades que têm essas instituições de ensino estão sendo atendidas, ou seja, 24 municípios ao todo”, afirma.

A matrícula definitiva acontecerá de 28 de novembro a 02 de dezembro, nas instituições que ministrarão os cursos. Os candidatos devem levar CPF, carteira de identidade, duas fotos 3X4, comprovante de residência e comprovante de matrícula na rede estadual de ensino. O início das aulas está previsto para o dia 5 de dezembro.

“Para quem não tem nenhuma qualificação, essa será a primeira e dará acesso ao mercado de trabalho. Para o pessoal do EJA, por exemplo, que retornou à escola para se qualificar no ponto de vista acadêmico, é uma oportunidade de melhorar sua qualificação profissional. Então é uma excelente perspectiva de ingressar no mercado de trabalho”, garante o secretário.

Do G1PE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *