Matadouro de Frexeiras está sendo usado ilegalmente

frexeiras-003

Moradores do Distrito de Frexeiras, em Escada, informaram que, mesmo interditado por decisão do Ministério Público de Pernambuco e da Adagro, o Matadouro daquela comunidade continua sendo utilizado para salgar os couros dos animais abatidos.

Quando da visita feita pelo nosso blogescada.com, esse setor era o que possuía as piores condições de higiene e que mais prejudicava os moradores vizinhos ao matadouro. Na semana passada, recebemos mensagens e telefonemas informando da violação do espaço, inclusive, com suspeitas de abate clandestino no local.

Esta semana, o Procurador-Geral de Justiça, Dr. Aguinaldo Fenelon, decidiu convocar os Promotores de Justiça, com atuação na defesa do consumidor e do meio ambiente, para participarem de Audiência Pública que deve discutir a interdição de matadouros públicos.

O evento acontecerá na próxima quarta-feira, 30 de novembro, no Edifício Paulo Cavalcanti, Av. Visconde de Suassuna, às 10h manhã. Além de Escada, participarão os promotores das Comarcas de Ipojuca, Cortês, Surubim, Ribeirão, Gravatá, Caetés, Capoeiras e Arcoverde.

Fonte: blogescada.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *