Após dois anos paradas, obras das UPAEs em Escada e Palmares devem ser retomadas


Ao todo, 6,2 milhões serão investidos para a conclusão dos equipamentos, beneficiando 22 municípios da Mata Sul

Assinatura da Ordem de Serviço para a construção da UPAE em Escada, em 10 de janeiro de 2014, ainda no governo de Eduardo Campos. Foto: Aluisio Moreira

Após mais de dois anos da obra parada, o Governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), anunciou em palmares no sábado (12/05), a retomada das obras da UPAE em Escada e Palmares, as unidades de saúde tiveram as ordens de serviços assinadas ainda pelo ex-governador Eduardo Campos (PSB), o serviço quando concluído e em funcionamento irá melhorar bastante o atendimento da saúde na região.

“Vamos concluir e entregar à população essas duas obras que vão fazer a diferença e ampliar os serviços de saúde aqui, da Mata Sul. Sabemos que a saúde é uma questão importante e que precisa melhorar muito ainda. Mas os pernambucanos podem ficar cientes de que estamos trabalhando diariamente para fazer de Pernambuco um Estado melhor para todos”, destacou Paulo Câmara. Ao todo, cerca de R$ 6,2 milhões serão investidos para finalizar as obras físicas dos prédios. A expectativa é que os trabalhos sejam concluídos em um prazo de seis meses.

Juntos, os dois equipamentos beneficiarão mais de 570 mil moradores dos 22 municípios que compõem a III Gerência Regional de Saúde. A UPAE de Palmares englobará os habitantes de 12 cidades (Água Preta, Barreiros, Belém de Maria, Catende, Jaqueira, Joaquim Nabuco, Lagoa dos Gatos, Maraial, Palmares, Quipapá, São Benedito do Sul e Xexéu), enquanto a UPAE de Escada será responsável pelo atendimento aos moradores de 10 municípios (Amaraji, Cortês, Escada, Gameleira, Primavera, Ribeirão, Rio Formoso, São José da Coroa Grande, Sirinhaém e Tamandaré).

Ambas as unidades oferecerão consultas em diversas especialidades, como dermatologia, cardiologia, endocrinologia, otorrinolaringologia, urologia, oftalmologia, nefrologia, e gastroenterologia. Já no setor de diagnósticos, a população terá acesso a exames laboratoriais, oftalmológicos, além de eletrocardiograma, holter, ecocardiograma, audiometria, endoscopia, raio-X, ultrassonografia e teste ergométrico.

“Hoje, Pernambuco já conta com dez UPAEs em pleno funcionamento. Todas estão desempenhando um importante papel na interiorização da assistência médica especializada. Na Mata Sul, vão reduzir a necessidade de deslocamentos dos usuários para a Região Metropolitana, com o intuito de conseguir consultas com cardiologistas, endocrinologistas ou fisioterapeutas. Sem contar, que são estruturas fundamentais na construção da rede de assistência às crianças diagnosticadas com a síndrome congênita do Zika”, explica o secretário Iran Costa.

SERVIÇO – A primeira Unidade Pernambucana de Atenção Especializada (UPAE) de Pernambuco foi inaugurada no município de Garanhuns, em julho de 2013. No início deste mês, o Governo do Estado inaugurou a UPAE de Ouricuri, totalizando dez unidades. Também já estão em funcionamento as unidades de Petrolina, Serra Talhada, Afogados da Ingazeira, Salgueiro, Arcoverde, Caruaru, Belo Jardim e Limoeiro. Juntas, elas realizaram, em 2016, mais de 385 mil consultas com médicos especialistas, 855 mil exames e 72 mil sessões de fisioterapia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *