Aluno do Cabo é premiado na Olimpíada Nacional de Física das Escolas Públicas


O estudante Wanderson Henrique Cândido da Silva recebeu nesta segunda-feira (17/07), o prêmio nacional conquistado na Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas (OBFEP). Wanderson é aluno da Escola Marivaldo Burégio de Lima, no centro do Cabo de Santo Agostinho, única escola municipal a conquistar a premiação. O estudante é medalhista de bronze na competição, realizada em 2016. A entrega da premiação foi na Escola Politécnica de Pernambuco. Outros 66 estudantes do Colégio da Polícia Militar, Colégio de Aplicação da UFPE e da UPE, e Colégio Militar também foram premiados.

Wanderson Cândido, de 14 anos, também foi prata na Olimpíada Brasileira de Robótica, no ano passado. Junto com a colega de escola, Maria Eduarda Batista (prata), competiu com outros 112 mil estudantes de escolas públicas e particulares do Brasil

Outra boa notícia é que o Cabo de Santo Agostinho integrará o grupo de municípios classificados para sediar sub-coordenações da Olímpiada Nacional de Física, em 2017. Os critérios avaliados pelo comitê organizador do concurso levou em consideração o destaque Cabo nas competições.  No evento de ontem, a Escola Marivaldo Burégio foi premiada pela  comissão da OBFEP, com o recebimento de uma placa em homenagem ao desempenho de seus alunos na competição.

A escola municipal participa há 4 anos de competições em olimpíadas do conhecimento. Nesse período já conquistou 64 premiações nacionais e internacioinais de Matemática, Física e Robótica. De acordo com o professor de Matemática e oritentador, Marcus Vinícus da Silva, as conquistas são fruto de um trabalho de estímulo, valorização dos alunos e comprometimento de uma equipe de professores . Antes do interesse dos jovens estudantes pela ciência e tecnologia, a escola Marivaldo Burégio tinha como destaque um ambiente de drogas e marginalidade. Situação que foi revertida pelos gestores e em particular, o professor Marcus Vinícius, idealizador do projeto de inseiu a escola no cenário das competições estudantis  “Somos um exemplo de que vale a pena acreditar e investir nesses jovens. Hoje somos referência de um trabalho que está só começando”, destacou o professor.

“O trabalho que a Marivaldo Burégio vem realizando ao longo do tempo é resultado de toda equipe”, destacou a secretária de Educação, Sueli Nunes. “O nosso objetivo é estimular a participação de mais alunos da rede pública em competições como esta”, destacou. O município está ampliando o incentivo à participação de outras unidades de ensino em Olimpíadas do Conhecimento, tomando como base a experiência desenvolvida na Escola Marivaldo Burégio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *