Escolas do Cabo adotam reconhecimento facial para alunos da rede pública municipal



Cerca de 20 mil alunos das 27 escolas do Cabo de Santo Agostinho começaram a usar o reconhecimento facial para entrada nas salas de aula. O sistema começou nesta quinta-feira (15/02). O objetivo é ampliar a frequência escolar e facilitar o andamento da secretaria escolar para emissão de documentos.

Após a identificação, os pais recebem uma mensagem no celular informando que seu filho está na unidade de ensino. Eles serão informados da mesma forma, caso o aluno não compareça. Segundo a secretária de Educação, Sueli Nunes, vários alunos são assistidos por programas do Governo Federal e com esse monitoramento, os dados serão alimentados mais rapidamente. “A não frequência dos alunos diminui o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) e com esse sistema vamos ajudar as escolas com o retorno do estudante”, explicou Sueli.

Ana Flávia, de 10 anos, é aluna do 5º ano da Escola Cremilda Maria Santana de Oliveira, em Garapu. Ela já sabe da importância de fazer o reconhecimento facial. “Vai ser bem melhor porque as crianças não faltarão mais as aulas”, disse à menina que quer ser médica quando se tornar adulta. Mas, ela também entende que, para isso, precisa se esforçar nos estudos e não faltar às aulas. “Todos os dias eu vou está na escola porque é muito importante para que eu tenha mais conhecimento e inteligência”, completou ela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *