Corpo do cantor Deivison Kellrs é velado na Câmara do Recife

Sepultamento do ex-vocalista da Banda Torpedo, morto no domingo (19) vítima de câncer de fígado, ocorrerá no Cemitério de Santo Amaro

FolhaPE – O corpo do cantor Deivison Kellrs, que morreu no último domingo (19) vítima de câncer de fígado, é velado na Câmara dos Vereadores do Recife, no bairro da Boa Vista, na área central do Recife, desde as primeiras horas desta segunda-feira (20).

Familiares, fãs e amigos prestam as últimas homenagens ao ex-vocalista da Banda Torpedo no plenário do prédio até o meio-dia. Das 12h às 14h, o velório será restrito à família. Em seguida, o corpo de Deivison seguirá em cortejo para o Cemitério de Santo Amaro, também no Centro do Recife. O sepultamento ocorrerá na Alameda das Irmandades, às 15h.

Corpo de Deivison Kellrs é velado na Câmara do Recife
Foto: Geraldo Moreira/Rádio Folha FM

Familiares de Deivison relembraram a força do cantor na sua trajetória contra o câncer desde que descobriu a doença. “A gente acompanhou o passo a passo de todo o sofrimento dele e não estava sendo fácil. Foi um descanso para ele, que estava sofrendo muito. Pedimos a Deus que conforte os corações dos familiares, dos amigos, dos fãs, dos colegas de trabalho, dos enfermeiros e dos médicos. Vai deixar muitas saudades para todos”, lamentou uma tia do cantor, Edjane Maria.

“Desde o momento que ele soube que estava com câncer, ele procurou agir da melhor maneira. Ele foi muito forte, muito guerreiro. Não é todo mundo que suportaria passar por tudo isso não. Em nenhum momento ele reclamava”, contou a prima Claudineia Santana. “Quando penso nele, só penso em alegria. Não tinha momentos de tristeza. Nem doente, ele ficava de cabeça baixa e sofrendo pelos cantos”, completou.

Fãs que foram à Câmara acompanhar o velório do vocalista também falaram sobre a figura de Deivison. “Ele era muito simpático e carismático. Com certeza vai deixar muita saudade e fica a lembrança de uma pessoa ótima. Vai ficar num bom lugar”, falou Patrícia Laís. “Foi tudo um choque. A gente que convivia mais próximo… meu Deus, é muito emocionante tudo o que está acontecendo. Para mim, ele foi um ícone do brega pernambucano”, disse Poliana Gisele.

O cantor estava internado em um hospital particular do Recife desde o último dia 4 após apresentar uma piora em seu quadro de saúde. Deivison lutava contra um tumor no fígado há mais de um ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *