Em eleição com número recorde de candidatos em Escada, Federais podem surpreender no voto

Em uma eleição marcada pelo ódio, por uma onda de intolerância, e por muita fake news, a decisão do eleitorado baseados ou não nessas convulsões, será tomada neste domingo sete de outubro.

Escada, uma cidade com 45.315 mil eleitores segundo dados do TSE – Tribunal Superior Eleitoral, conta com cinco candidatos a deputado federal, são eles, Professor Ronei (PMN), Risolene Ferraz (PSB), Neide Sentil (PRP), Cidinez Custódio (PPL), e Severino Lima (REDE).

Entre os candidatos, se destaca a ex-secretária de educação Risolene, que entrou na disputa no limite do prazo dos registros de candidaturas, de acordo com fontes ligadas a candidata, teria sido um pedido do próprio governador Paulo Câmara. Mesmo chegando encima da hora, a candidata recebeu durante os 45 dias de campanha, muitos acenos e demostração de apoio a sua postulação a uma das 25 cadeiras, disponíveis para Pernambuco na Câmara dos Deputados.

Também ganhou adesões o candidato Professor Ronei (PMN), que semelhante a Risolene, entrou na briga para uma cadeira no congresso nacional, no final do prazo. Inicialmente seria candidato a deputado estadual, e a pedido do partido decidiu entrar na empreitada como federal.

Os demais candidatos sem muita expressão nas suas campanhas, não devem obter votação expressiva, mas só o fato de estarem na disputa, lhes garantiu visibilidade e demonstração de coragem, em entrar numa campanha difícil, e cheia de desafios para os novatos, sem recursos, tempo de TV, militância, e estrutura de campanha.

Risolene e Ronei, ambos professores, devem sair da urna com votação razoável visto as condições que tiveram para disputar um mandato. Ambos ligados a coligação do candidato a governador Paulo Câmara, podem ser a surpresa dessas eleições em Escada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *