Quatro nomes surgem como possíveis prefeituráveis em Escada

Quatro novos nomes surgem como possíveis candidatos a prefeitura de Escada em 2020, mesmo com o pleito distante, os políticos locais iniciam as movimentações para a sucessão do prefeito Lucrécio Gomes

Quatro novos nomes surgem como possíveis candidatos a prefeitura de Escada no próximo pleito eleitoral de 2020. Entre os postulantes a gestor do município de Escada, surgem dois nomes dentro do PSB, o da suplente de deputado federal, Risolene Ferraz, e do atual presidente municipal da sigla, Amaro Ferraz, ambos ligados ao governador Paulo Câmara. Com a possibilidade de Risolene assumir uma cadeira na Câmara dos Deputados, o nome que disputaria a eleição seria do seu esposo Ferraz.

Já filiada ao PDT, a advogada Piedade Buarque, ex-secretária executiva de meio ambiente de Escada, surge como uma possibilidade na disputa pela prefeitura. Irmã do ex-vereador Ureia, e de família tradicional na política escadense, o nome da pedetista surge como uma provável prefeiturável.

Já pela Rede Sustentabilidade, surge o nome do jornalista escadense, Sanchilis Oliveira, que atualmente cumpre a função de porta-voz da sigla em Escada, além de ser membro da executiva estadual do partido. Aliado de primeira hora da ex-senadora Marina Silva, Sanchilis, já se movimenta na reestruturação do partido, e já monta o grupo para a disputa proporcional para a Câmara Municipal.

Esses quatro nomes surgem como fortes possibilidades de trazer a Escada opções diferenciadas das últimas eleições, dos quatro, apenas o ex-vice-prefeito Amaro Ferraz, tem experiência em ocupar cargos eletivos. Todos já disputaram ao menos uma eleição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *