Dias Toffoli suspende liminar que poderia soltar Lula

EFE – O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Antonio Dias Toffoli, suspendeu a liminar do ministro Marco Aurélio Mello que soltava todos os presos condenados em segunda instância, medida que poderia ter libertado o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Dias Toffoli se pronunciou em resposta a uma apelação apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR), que se posicionou contra a medida do ministro Marco Aurélio.

Na opinião da presidente da PGR, Raquel Dodge, a liminar poderia causar “uma grave lesão à ordem e à segurança”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *