MPLabs inicia nesta segunda (18) treinamentos em ferramentas tecnológicas desenvolvidas para incrementar atuação do MPPE


Duas soluções tecnológicas desenvolvidas dentro do 1º Ciclo de Inovação Aberta do Ministério Público de Pernambuco (Mplay) estão prestes a entrar no dia a dia dos membros e servidores da Instituição. A partir da próxima segunda-feira (18), a equipe do MPLabs inicia uma série de treinamentos em cidades-polo de todo o Estado com o objetivo de preparar os integrantes do MPPE a utilizar o Revisio e o Voxia. Os interessados em participar do treinamento podem se inscrever por meio de formulário online (https://www.sympla.com.br/roadshowmplabs2019). Serão disponibilizadas 30 vagas para cada uma das oito turmas do interior e 24 para cada uma das seis turmas da Capital e Região Metropolitana.

“Estamos fazendo a entrega efetiva de alguns dos produtos anunciados na Semana do MPPE, demonstrando a preocupação de cumprir com a promessa de facilitar o trabalho dos membros da Instituição”, afirmou o presidente do Comitê Estratégico de Tecnologia da Informação e do MPLabs, promotor de Justiça Antonio Rolemberg.

Segundo o coordenador-executivo do MPLabs, Roberto Arteiro, a ideia por trás do roadshow é fazer a entrega das soluções acompanhada de um treinamento prático, de modo que os membros e servidores estejam capacitados a utilizar as soluções nas suas atividades profissionais. “Para quem tiver o interesse em usar essas ferramentas e otimizar sua atuação, esse é o momento. E contamos com o apoio usuários iniciais para termos feedback sobre os produtos. Essa parceria vai contribuir para a evolução das ferramentas”, destacou.

Conheça as soluções – o Revisio é uma aplicação que permite visualizar uma linha do tempo de processos judiciais, oferecendo aos promotores e procuradores de Justiça uma visão completa dos autos e dos pontos-chaves da atuação ministerial. O Voxia, por sua vez, é uma solução que transforma gravações de vídeo em texto, que pode ser consultado e referenciado para uso em vários tipos de procedimentos ministeriais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *