Crítica – Uma poesia engajada e arrojada

Poucas vezes podemos observar uma liberdade tão destemida na produção de livros e de poemas como esses do livro “O Lado Oculto da Poesia Quântica”, do escritor Adriano Sales. A combinação de seu conjunto de poemas dá ao leitor uma passagem secreta para um mundo holístico e ao mesmo tempo simplório. Essa fórmula permite um desdobramento físico e atemporal ao se deparar com a leitura contínua das páginas quânticas dessa obra. Assim afirma o autor.

Adriano Sales na escrita transcende em traços comuns ao Modernismo Brasileiro, reflete Olavo Bilac intitulado “o poeta das estrelas”, no momento que apresenta sua admiração pelo cosmo, até adentrar nas teorias de ficção científica como todo bom “nerd” amante da ciência. Ele também valsa nas noções de psicanálise e hipnoterapia até às aulas de física quântica, tudo para abrilhantar sua poesia e nos apresentar seu interior peculiar. Brinca com a assonância, ritmo, término dos versos, formato de letras e estrutura de seus próprios escritos, tudo para acessar nosso inconsciente e se fazer presente com palavras chaves, jogos verbais e imagéticos. Hipnoterápico e embalador, não se prende só a um estilo de escrita, misturando todas as ciências citadas acima, ele revela sua poesia hora científica, hora sentimentalista, na prosa e no poema, trazendo espanto e encantamento aos leitores.

O livro está disponível para vendas no blog do autor, www.adrianosalespoeta.blogspot.com.brpelo preço de R$ 25, 00 + Taxa de entrega de R$ 2,00, com atendimento para todo o Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *