Header Ads

Ibope e Datafolha: pesquisas finais para o 2º turno

Do Portal G1 – RJ
Marcelo Crivella (PRB) e Marcelo Freixo (PSOL), ambos candidatos a prefeitura do Rio de Janeiro.
Ibope divulgou neste sábado (29) a quarta pesquisa eleitoral de intenção de voto para prefeito do Rio neste segundo turno. Na véspera da eleição, a vantagem do candidato Marcelo Crivella (PRB) sobre Marcelo Freixo (PSOL) caiu de 22 para 14 pontos nos votos válidos e de 17 para 11 nos votos totais.O levantamento foi encomendado pela TV Globo.
O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Segundo o Ibope, isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.
O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Segundo o Ibope, isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.
Votos válidos:

- Crivella (PRB): 57% (pela margem de erro, entre 54% e 60%)
- Marcelo Freixo (PSOL): 43% (entre 40% e 46%)

Votos totais (estimulada):

Marcelo Crivella (PRB): 43% (pela margem de erro, entre 40% e 46%)
Marcelo Freixo (PSOL): 32% (entre 29% e 35%)
- Em branco/nulo/nenhum: 23%
- Não sabe: 2%


Datafolha Rio, votos válidos: Crivella, 58%; Freixo, 42%
Do Portal G1 - RJ
O instituto Datafolha divulgou neste sábado (29) a quarta e última pesquisa eleitoral de intenção de voto para prefeito do Rio neste segundo turno. Na véspera da eleição, a vantagem do candidato Marcelo Crivella (PRB) sobre Marcelo Freixo (PSOL) caiu de 26 para 16 pontos nos votos válidos e de 19 para 13 nos votos totais. O levantamento foi encomendado pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo".
Para calcular os votos válidos, são excluídos da mostra os votos brancos, nulos e os eleitores que se declaram indecisos. Esse procedimento é o mesmo usado pela Justiça Eleitoral na hora de divulgar o resultado oficial da eleição.
O Datafolha ouviu 2.384 eleitores nos dias 28 e 29 de outubro. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) sob o protocolo RJ-01053/2016.
O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Segundo o Datafolha, isso significa que, considerando a margem de erro, a chance de o resultado retratar a realidade é de 95%. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.
Votos válidos:

- Crivella (PRB): 58% (pela margem de erro, entre 56% e 60%)
- Marcelo Freixo (PSOL): 42% (entre 44% e 46%)

Votos totais (estimulada):

Marcelo Crivella (PRB): 43% (pela margem de erro, entre 41% e 45%)
Marcelo Freixo (PSOL): 30% (entre 28% e 32%)
- Em branco/nulo/nenhum: 19%
- Não sabe: 8%


Em outras cidades: 
Ibope BH, votos válidos: Kalil, 53%; João Leite,47%
Pesquisa eleitoral em BH ouviu 1.204 pessoas nos dias 28 e 29 de outubro. Margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.
Do Portal G1 - MG
Votos válidos:

- Alexandre Kalil (PHS): 53% (pela margem de erro, entre 50% e 56%)
- João Leite (PSDB): 47% (entre 44% e 50%)

Votos totais (estimulada):

Alexandre Kalil (PHS) - 42% (pela margem de erro, entre 39% e 45%)
João Leite (PSDB) - 37% (entre 34% e 40%)
- Branco/nulo/nenhum: 18%
- Não sabe/não respondeu: 3%


Datafolha BH, votos válidos: Kalil, 52%; João Leite, 48%
Folha de S. Paulo
A eleição para prefeito de Belo Horizonte está indefinida, com Alexandre Kalil (PHS) numericamente à frente de João Leite (PSDB), mas com empate no limite da margem de erro. Kalil tem 52% das intenções de votos válidos (excluídos brancos, nulos e indecisos) e Leite, 48%, segundo pesquisa Datafolha realizada nesta sexta (28) e neste sábado (29), véspera do segundo turno.
Desta vez, o Datafolha entrevistou 1.973 eleitores em Belo Horizonte. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, o que leva ao empate técnico entre os candidatos.
Contabilizado o total de votos, a diferença entre os dois fica menor: Kalil tem 37% das intenções, contra 34% de Leite. Nulos e brancos somam 19% e indecisos ou que não quiseram opinar, 10%. Ou seja, 29% não têm candidato, taxa considerada alta.

Ibope Fortaleza, votos válidos: Roberto Cláudio52%; Capitão Wagner, 48%
Foram entrevistados 805 eleitores de Fortaleza; margem é três pontos. Pesquisa eleitoral foi realizada entre os dias 28 e 29 de outubro.
Do Portal G1 - CE
Votos válidos:

Roberto Cláudio (PDT): 52% (pela margem de erro, entre 49% e 55%)
Capitão  Wagner (PR): 48% (entre 45% e 51%)

Votos totais

Roberto Cláudio (PDT) - 46% (pela margem de erro, entre 43% e 49%)
Capitão Wagner (PR) - 42% (pela margem de erro, entre 39% e 45%)


Ibope Curitiba, votos válidos: Rafael Greca , 51% ; Ney Leprevost, 49%
Pesquisa eleitoral em Curitiba ouviu 1.001 pessoas nos dias 28 e 29 de outubro..Margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.
Do Portal G1 - PR
Votos válidos (estimulada):

- Rafael Greca (PMN): 51% (pela margem de erro, entre 48% e 54%)
- Ney Leprevost (PSD): 49% (pela margem de erro, entre 46% e 52%)

Votos totais (estimulada):

Rafael Greca (PMN): 41% (pela margem de erro, entre 38% e 44%)
Ney Leprevost (PSD): 40% (entre 37% e 43%)
- Branco/nulo/nenhum: 14%
- Não sabe/não respondeu: 5%


Ibope Goiânia, votos válidos: Iris Rezende,57%; Vanderlan, 43%

Pesquisa eleitoral em Goiânia ouviu 602 pessoas em 28 e 29 de outubro.
Margem de erro é de 4 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Do Portal G1 - GO
Votos válidos:


- Iris Rezende (PMDB): 57% (pela margem de erro, entre 53% e 61%)
- Vanderlan (PSB): 43% (entre 39% e 47%)
- Indecisos/branco/nulo: 12%

Votos totais (estimulada):


Iris Rezende (PMDB): 50% (pela margem de erro, entre 46% e 54%)
Vanderlan (PSB): 38% (entre 34% e 42%)
- Em branco ou nulo: 9%
- Não sabem ou preferem não opinar: 3%


Ibope Vitória (ES), votos válidos: Luciano, 51%; Amaro, 49%

Foram entrevistados 602 eleitores em Vitória; margem é de 4 pontos.
Pesquisa eleitoral foi realizada entre os dias 28 e 29 de outubro.

Do Portal G1 - ES
Votos válidos:

- Luciano Rezende (PPS): 51% (pela margem de erro, entre 47% e 55%)
- Amaro Neto (SD): 49% (entre 45% e 53%)

Votos totais:

- Luciano Rezende (PPS): 45% (pela margem de erro, entre 41% e 49%)
- Amaro Neto (SD): 43% (entre 39% e 47%)
- Branco/nulo/nenhum: 9%
- Não sabe/não respondeu: 3%


Ibope Belém, votos válidos: Zenaldo, 51% ;  Edmilson, 49%

Pesquisa eleitoral em Belém ouviu 602 pessoas em 26 e 28 de outubro. Margem de erro é de quatro pontos percentuais, para mais ou para menos.

Do Portal G1 - PÀ
Votos válidos:

Zenaldo Coutinho (PSDB): 51% (pela margem de erro, entre 47% e 55%)
- Edmilson Rodrigues (PSOL): 49% (entre 45% e 53%)

Votos totais (estimulada):

- Zenaldo Coutinho (PSDB): 44% (pela margem de erro, entre 40% e 48%)
Edmilson Rodrigues (PSOL): 43% (entre 39% e 47%)
- Em branco/nulo/nenhum: 10%
- Não sabe: 3%


Ibope Aracaju, votos válidos: Valadares Filho, 51% ;  Edvaldo Nogueira, 49%

Foram entrevistados 602 eleitores de Aracaju; margem é de 4 pontos. Pesquisa eleitoral foi realizada entre os dias 28 e 29 de outubro.

Do Portal G1- SE
Votos válidos:

- Valadares Filho: 51% (pela margem de erro, entre 47% e 55%)
- Edvaldo Nogueira: 49% (entre 45% e 53%)

Votos totais:

- Valadares Filho (PSB): 44% (pela margem de erro, entre 40% e 48%)
- Edvaldo Nogueira (PCdoB): 42% (entre 38% e 46%)
- Branco/nulo/nenhum: 11%
- Não sabe/não respondeu: 3%


Ibope Ribeirão Preto, votos válidos: Duarte Nogueira, 51%; Ricardo Silva, 49%
Foram entrevistados 805 eleitores de Ribeirão Preto; margem é de 3 pontos. Pesquisa eleitoral foi realizada entre os dias 28 e 29 de outubro.
Do G1 Ribeirão e Franca
Votos válidos:

- Duarte Nogueira (PSDB): 51% (pela margem de erro, entre 48% e 54%)
- Ricardo Silva (PDT): 49% (entre 46% e 52%)

Votos totais (estimulada):

Duarte Nogueira (PSDB): 38% (pela margem de erro, entre 35% e 41%)
- Ricardo Silva (PDT): 36% (entre 33% e 39%)
- Em branco/nulo/nenhum: 21%
- Não sabe: 5%

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.