Economia

[Economia][bsummary]

Escada

[Escada][bigposts]

Mata Sul

[Mata Sul][twocolumns]

Educação

[Educação][bsummary]

Coluna do blog desta quarta (15/11) - Da República de Deodoro da Fonseca ao Brasil atual

Por: Sanchilis Oliveira

Um dia emblemático na história do Brasil, 15 de novembro de 1889 era proclamada a República Federativa do Brasil pelo Marechal Deodoro da Fonseca.

O anúncio feito pelo Marechal aconteceu na Praça da Aclamação, atualmente chamada de Praça da República, na cidade do Rio de Janeiro, capital do país na ocasião.

Conforme registros históricos, o sistema monárquico de Dom Pedro II, filho de Dom Pedro I, começou a demonstrar fragilidade logo depois da Guerra do Paraguai, que teve fim em 1870. Antes disso o Império já estava com o prestígio em queda livre diante da elite econômica local e da Igreja e o problema ficou ainda mais sério depois do conflito devido às dívidas e a crise econômica que se deflagou.

O Brasil atual se acemelha aos dias de Deodoro da Fonseca, pois o declínio da classe política perante a população, e a crise econômica instalada no país, remete aos tempos da coroa.

Políticos denunciados, investigados, condenados, e presos são acontecimentos constantes nos telejornais e na pauta das conversas da população. O descrédito da classe política se dá pela crise da moralidade, vivida no meio dos atores políticos brasileiros.

A operação lava-jato tem sido um espaço de justiça em favor da república tão usurpada e desrespeitada pelos que deveriam salvaguardar os interesses públicos. O 15 de novembro de 2017 é um dia para refletimos bastante que caminho seguirá o Brasil no ano que vem.

Agência do Banco do Brasil- Na reunião com o presidente do Banco do Brasil, Paulo Caffarelli, na última terça-feira (14/11), em Brasília, o deputado Rodrigo Novaes tratou sobre a questão do fechamento das agências bancárias no interior do Estado. Foi decidido que a situação dos municípios pernambucanos será reanalisada.

Intervenção à vista -
O procurador geral do Ministério Público de Contas de Pernambuco, Cristiano Pimentel, solicitou algumas medidas contra o prefeito de Floresta, Ricardo Ferraz, em razão de irregularidades nas contratações de servidores. Segundo o procurador, a atual gestão do município contratou centenas de funcionários temporários ao invés de nomear os concursados aprovados, desobedecendo medida cautelar do próprio Tribunal. O ministério público de contas ainda destacou que os atos do prefeito põem em risco o prestígio do Tribunal e, caso não ocorra a nomeação dos concursados, deverá ser decretada a intervenção do Município. O conselheiro do TCE, Ruy Harter, atendeu ao pedido do procurador geral e expediu medida cautelar determinando ao atual prefeito a prorrogação do prazo na validade do concurso, deferindo ao mesmo o prazo de cinco dias para sua defesa, sob pena de implantação de novas medidas que garantam a convocação dos concursados.

Trabalho Infantil - O prefeito Miguel Coelho lançou, nesta terça-feira (14), uma nova campanha de conscientização para coibir o trabalho infantil em Petrolina. A iniciativa vai focar nos pontos próximos a semáforos, onde existe maior ocorrência de exploração do público infantil. A campanha será feita a partir do dia 16 de novembro e envolverá cerca de 100 agentes e voluntários para orientação da sociedade sobre o tema.



Lula Cabral -
O prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral, junto com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo do município, Moshe Caminha, esteve nesta terça-feira (14/11), em Brasília, reunido com o secretário Nacional de Infraestrutura do Ministério da Cultura, Alfredo Bertini. O objetivo do encontro foi buscar recursos para a cidade.

A retomada das obras da Praça CEU, no bairro de Garapu, que é de extrema importância para a cidade do Cabo, foi o assunto tratado por eles. Para a população, será disponibilizado um equipamento que tem como função agregar valor à programas e ações culturais, práticas de esporte e lazer, formação e qualificação para o mercado de trabalho, além de políticas para prevenção à violência e de inclusão digital.

O prefeito do Cabo, Lula Cabral, destacou a necessidade da retomada das obras. ‘’A vinda até Brasília foi fundamental para que os recursos do Ministério da Cultura fossem destravados. Levaremos boas notícias à toda população’’, afirmou.




Sonho do PSB - Interlocutores do governo Paulo Câmara, sonham com a volta do senador Armando Monteiro do PTB para o ninho sociclista, a ideia é barrar o crescimento da chapa da oposição que deverá ser liderada pelo senador Fernando Bezerra Coelho como candidato ao governo do estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coluna - A Voz do IHAAGE

[A Voz do IHAAGE][twocolumns]

TV Escada News