Economia

[Economia][bsummary]

Escada

[Escada][bigposts]

Mata Sul

[Mata Sul][twocolumns]

Educação

[Educação][bsummary]

Em discurso estreia, Dulcicleide Amorim enaltece legado do ex-presidente Lula

Deputada Estadual Dulcicleide Amorim. Foto: Roberto Soares

A deputada Dulcicleide Amorim (PT) estreou na tribuna da Alepe, nesta quarta (20), valorizando o legado deixado pelo governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no combate à desigualdade social no País. A parlamentar, que é líder do Partido dos Trabalhadores na Casa, agradeceu a confiança dos eleitores e comprometeu-se a atuar na defesa dos sertanejos, das mulheres e das populações mais carentes de Pernambuco.

Ao lembrar a infância no município de Afrânio (Sertão do São Francisco) e as dificuldades que enfrentou para estudar e chegar ao Ensino Superior, ela lamentou a prisão do ex-presidente. “Lula transformou a vida de pessoas que, assim como eu, têm uma história de simplicidade. Avalio como injusta, portanto, a prisão de um homem que fez com que milhões de pessoas tivessem dignidade”, afirmou.

Dulcicleide, que é educadora, elogiou as políticas afirmativas de acesso ao Ensino Superior e o Programa Universidade para Todos (Prouni), desenvolvidos na gestão petista. “Infelizmente, vejo esses direitos escorrendo por nossas mãos”, disse. “Como legisladora, não vou me calar diante dos descasos cometidos contra nosso povo”, acrescentou.

O discurso recebeu apartes de Roberta Arraes (PP), Doriel Barros (PT), Delegada Gleide Ângelo (PSB), Antônio Coelho (DEM), Teresa Leitão (PT), Isaltino Nascimento (PSB) e Simone Santana (PSB). “É motivo de orgulho ver que a Alepe terá mais uma mulher a lutar pela interiorização dos serviços básicos”, elogiou Roberta. “Fico feliz em saber que haverá mais uma pessoa empenhada em levantar a bandeira do Sertão aqui na Casa”, acrescentou Coelho, que, assim como Dulcicleide, representa Petrolina e região.

Os correligionários da deputada elogiaram a decisão dela em destacar o legado de Lula. “Muitos reconhecem o que o ex-presidente fez, mas poucos têm coragem de ir à tribuna fazer referência a ele. Não é vergonha defender o maior presidente do nosso País”, enfatizou Barros. “Não poderia ouvir um discurso melhor da líder do PT na Casa de Joaquim Nabuco”, frisou Teresa. “Não é fácil forjar uma liderança como a do presidente Lula e, justamente por causa disso, ele está preso”, emendou a parlamentar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coluna - A Voz do IHAAGE

[A Voz do IHAAGE][twocolumns]

TV Escada News