Economia

[Economia][bsummary]

Escada

[Escada][bigposts]

Mata Sul

[Mata Sul][twocolumns]

Educação

[Educação][bsummary]

Jovens recifenses realizam monitoramento do Plano Municipal de Juventude

Sugestões para a Conferência Municipal de Juventude serão dadas até esta terça-feira (2) (Foto: Cortesia)
Até esta terça-feira (02), jovens do Recife e representantes de organizações não governamentais, junto com os técnicos da Prefeitura, realizam monitoramento e discutem sugestões para avaliação do Plano Municipal de Juventude. As contribuições serão levadas à Conferência Municipal de Juventude, cujas prévias ocorrerão em agosto e o evento em setembro. O I Seminário de Monitoramento do Plano Municipal de Juventude do Recife acontece no Centro de Formação de Educadores Professor Paulo Freire.

Na abertura, a secretária Executiva de Juventude, Camila Barros, fez uma breve contextualização do Plano Municipal de Juventude, que começou a ser projetado no Conselho Municipal de Juventude. Ela lembrou que a Prefeitura do Recife vem tratando a Política Pública de Juventude como prioridade. “Ao longo desta gestão, 207 ações foram implantadas, dialogando com os objetivos e metas do Plano pela melhoria da qualidade de vida do jovem recifense”, disse.

O chefe da Unicef para o território do Semiárido, Denis Christian, elogiou a iniciativa da PCR e destacou que políticas públicas para os grupos juvenis é uma preocupação em torno do mundo. “No Brasil, morrem 30 jovens por dia e a maioria negros. Esse exercício que Recife está fazendo com a participação da juventude é importante para buscar saídas para esse cenário”, falou. Os grupos de discussão foram divididos por área: Cidadania, Participação Social e Política; Diversidade e Igualdade; Cultura; Desporto e Lazer; Comunicação e Liberdade de Expressão; Território e Mobilidade; Sustentabilidade e Meio Ambiente; Educação; Saúde; Profissionalização, Trabalho e Renda; e, finalmente, o Direito à Segurança Pública e à Justiça.

Annabelly Brederodes, do Conselho Municipal de Juventude do Recife, falou que esse tipo de discussão mostra a preocupação com a efetividade das políticas públicas. “ Recife é o primeiro município do país a fazer um monitoramento de seu plano e a iniciativa é uma forma de legitimar as políticas para a juventude”, salientou. Jonas Victor dos Santos, 18 anos, da Ong Cores do Amanhã, adiantou que escolheu o grupo de educação, cultura e lazer. “Temos sugestões, como a criação de espaços para promover atividades que tirem os jovens das ruas”, reforçou.

O I Seminário de Monitoramento do Plano Municipal de Juventude, promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos, através da Secretaria Executiva de Juventude, junto ao Conselho Municipal de Políticas Públicas de Juventude, é uma iniciativa pioneira e participativa, reunindo Organizações Não Governamentais como Casa da Mulher do Nordeste, Movimento Jovem Pop, Instituição Papai, União Nacional dos Estudantes (Une), Diaconia, Cores do Amanhã, Coletivo Rua, entre outras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TV Escada News