Header Ads

Moro condiciona sua permanência no governo a não demissão de Maurício Valeixo


Sérgio Moro em Maurício Valeixo. Foto: Divulgação


Um dia depois de ter sido avisado por Jair Bolsonaro de que o comando da Polícia Federal seria trocado, o ministro da Justiça, Sérgio Moro, avisou nesta quinta-feira (23) ao presidente que pedirá demissão se confirmada a saída do diretor-geral da PF, Maurício Valeixo.

A intenção inicial de Bolsonaro era anunciar nesta sexta (24) o nome do substituto de Valeixo.

Desde o ano passado, o presidente Bolsonaro tem manifestado o interesse em trocar o comando geral da Polícia Federal, para colocar alguém de sua confiança.

Valeixo é ligado a Moro desde os tempos da ação dele na Operação Lava-Jato, no Paraná.

Antes de trocar Valeixo, no ano passado, o presidente fez substituições importantes em cargos de chefia na Polícia Federal, inclusive no Rio de Janeiro, base eleitoral dele e do filho Flavio Bolsonaro, senador. Moro conseguiu reverter outras mudanças desejadas pelo presidente.

Fonte: G1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.